Tarte de maça.

Ola rainhas.

Todas gostamos de bolos, tartes e bolachas e cá em casa não é excepção.  Eu cortei com o açúcar branco refinado da minha alimentação e aconselho a fazerem o mesmo. Mas nem por isso deixei de comer doces. Apenas mudei a minha táctica na preparação. Não precisamos de deixar de comer bolos e tartes e bolachas. Devemos é adoptar mais consciência naquilo que comemos e aprender a comer melhor e de maneira mais saudável.

Procuro sempre fazer as versões dos meus favoritos o mais consciente, saudáveis e “clean” possíveis, sem nunca esquecer o meu ingrediente principal, a fruta.

Adoro fazer tarte de maça. A sua preparação é relativamente fácil, simples e sem grandes complicações. Esta tarte pode ser saboreada uma fatia ao lanche com um chá ou como sobremesa mas também sabe bem ao pequeno almoço com um sumo de laranja e um café acabado de fazer.😊😉

Tarte de maça e canela

Base da tarte:

200g de farinha e aveia (eu triturei flocos de aveia)

1 colher de café de sal fino

125ml de água morna (mais se a mistura estiver muito seca)

60ml de óleo de coco

1 colher de chá de extracto de baunilha

1 colher de sopa de canela em pó

Amassei tudo muito bem para a farinha absorver bem a água e coloquei no frigorífico para descansar por 30 minutos. Enquanto isso, pus ao lume numa panela pequena:

500ml de leite de amêndoa (eu uso a marca @alpro.com)

50g de amido de milho (Maizena)

20g de manteiga vegetal

50g de açúcar de coco

Casca de meio limão

Canela em pó a gosto

Cozinhar até ficar com uma consistência macia como um puré.

A mistura vai engrossar ao mesmo tempo que esfria.

Forrar uma forma para tartes previamente untada, com a massa de aveia. Verter e espalhar a mistura de amido por cima da massa e deixar repousar por 10 minutos.

Enquanto isso cortar finamente, 3 maças reinetas em meias luas, colocar dentro de uma tigela e acrescentar um sumo de 1 limão, 30 gramas de manteiga, 50 gramas de açúcar de coco e 1 colher de sopa de canela. Deixar repousar por 5 minutos.

Colocar por cima do recheio inicial, em forma de espiral. De fora para dentro de modo a parecer uma rosa.

No final espalhar mais um pouco de canela e açúcar de coco.

Levar ao forno previamente aquecido a 200ºc por 30m.

Servir com uma bola de gelado caseiro ou simplesmente simples. É guloso qualquer das maneiras.🤤

beijinhos

Meloa com iogurte!

Olá rainhas😊

Os meus dias começam sempre com fruta ao pequeno-almoço.

Eu adoro preparar os meus pequenos-almoços. Nunca são uma tarefa aborrecida.

Um pequeno-almoço saudável é a primeira oportunidade do dia para dar ao nosso corpo os nutrientes de que necessita para funcionar bem.

Como primeira refeição que fazemos após um jejum prolongado, que dura cerca de seis a oito horas, vale a pena por a preguiça de lado e “perder” alguns minutos de manhã e preparar um pequeno-almoço saudável e nutritivo, de maneira a fornecer ao nosso corpo, todos os nutrientes e energia de que ele necessita para enfrentar os desafios de mais um dia.

Metade de uma meloa: Rica em hidratos de carbono, vitamina A e C

1 Iogurte vegetal soja : Alpro Natural Sem Açúcares, uma alternativa vegetal ao iogurte totalmente isenta de açúcares (0%). Rica em proteina vegetal. Uma fonte de cálcio. Contém vitaminas B2, B12 e D.

Pistácios: É rico em proteínas e apenas um punhado oferece cerca de 10% das fibras que devemos ingerir diariamente. Além disso, tem vitaminas B6, B1, E e A.

Morangos:  São frutos ricos em antioxidantes, em vitaminas A, E, C, B5 e B6, cálcio, ferro e outros minerais, e pobres em calorias

Framboesa : A grande vantagem da framboesa é a presença de antioxidantes, excelente fonte de vitamina C, rica em fibra e potássio.

Que delícia que estava e não foi nada complicado de se preparar.

Começar o dia sempre da maneira mais saudável.

Beijinhos rainhas

Descansar o cabelo no Verão!

Olá rainhas!

Vamos conversar sobre cabelos novamente?😉

Desculpem pela minha frontalidade, mas aqui neste blogue que também é o vosso, neste nosso cantinho irei ser sempre directa e sem rodeios. Admito ser uma mulher de opiniões fortes mas sempre respeitadora de opiniões e decisões dos outros. No final, cada um sabe de si.

Não condeno quem opte por ter cabelo sintético em vez de natural, mas não concordo porque a grande maioria de cabelos sintéticos que anda pelas ruas, não têm nada bom aspecto, principalmente nesta altura de grande calor.

Fico feliz e orgulhosa de ver outra mulher negra de cabelo natural. Não há nada mais bonito e isso revela-me algo sobre elas. É verdadeiramente libertador aceitar todo o nosso eu.

Para mim ter cabelos sintéticos é ser uma escrava na actualidade, escrava da sociedade, escrava da insegurança, escrava da aceitação e escrava do medo.

O cabelo é sem dúvida o ponto fraco da mulher africana. Umas mais que outras.

Gritamos de peito cheio para o mundo o quanto somos orgulhosas das nossas raízes africanas, no entanto não consigo perceber porque que é que tal orgulho não se estende até à nossa “juba desarrumada”. O nosso cabelo tal como a nossa cor fazem parte do todo, do que nos faz únicos e o que nos destaca dos outros.

Chegou o calor com força e este é o melhor momento para descansar  e deixar respirar o vosso cabelo. É imprescindível  fazê-lo.

Aproveita esta altura para descansares os teus cabelos naturais, deixar absorver a luz natural do sol, deixar respirar e durante este processo estás a dar oportunidade ao teu cabelo de fortalecer, ganhar brilho e de ganhar vida e de crescer.

Depois de tirares os cabelos sintéticos, deves fazer um tratamento profundo num cabeleireiro certificado ou aventura-te e faz no conforto da tua casa, como eu. Acredito que com tanta informação que anda por aí, não precisamos de um “profissional de cabeleireiro” (muitas vezes amigos e familiares) para nos dizer como tratar do nosso cabelo. Quando és tu a tratar do teu cabelo, dás muito mais valor e proteges muito mais o que tens.

No entanto se és aquela que não dispensa usar tissagem no verão deves redobrar os cuidados. Os meses quentes e húmidos do verão podem dificultar o cuidado dos cabelos sintéticos.

Com o calor do verão em “chamas” é mais difícil do que o habitual manter um cabelo sintético com um ar fresco e de aspecto natural. Não há nada pior do que um “ninho” suado, de mau aspecto, com cheiros desagradáveis, que coça e coça no alto da tua cabeça quando estás a tentar aproveitar o clima quente do verão.

Aposta num visual diferente e natural, arrisca a ficares ainda mais maravilhosa e no processo o teu cabelo descansa, tu descansas e aprendes a conhecer e a aceitar o teu cabelo. Quem sabe vais gostar do que vês. 😊

Num próximo post sobre o cabelo, vou partilhar convosco as minhas escolhas de cremes que estou a usar para manter o meu cabelo natural saudável.

Descansem o cabelo.😊

Beijinhos Rainhas.

short-hairstyles-for-black-women-bald
O Cabelo não define uma mulher
%d bloggers like this: