Rainha Africana

Olá minhas rainhas

Encontrei uns cadernos antigos e deparei-me com este texto que escrevi à 26 anos atrás. Meu Deus como o tempo voa… este texto (não sei como classificá-lo) foi escrito para mim e todas as mulheres africanas.

Não mudei nada na sua composição até porque deixou de ser o meu estilo de escrita, mas espero que gostem.

Mulher Africana

Mulher de pele negra e de infinitas tonalidades

De formas femininas cheias e bem definidas.

O teu rosto de traços distintos e delicados

São os teus testemunhos da tua negritude.

De olhar quente e profundo

Com um sorriso largo estampado no rosto

Ilumina qualquer sala.

Sempre que caminhas a tua presença é notada.

Quando o mundo decide, abrir portas aos teus sonhos

Tu revelas ser ouro raro e excepcional.

A vida, obriga-te a ser forte e lutadora.

Mulher africana, mulher guerreira.

Quando Deus te fez

Nenhum detalhe foi poupado.

És a força dos elementos

Força da natureza.

Que cresças espiritual e intelectualmente todos os dias

Para que sejas

A inspiração das próximas gerações.

Que o tempo continue a ser

o teu meigo e fiel amigo.

Para que a tua beleza

seja eterna

Minha rainha africana

Beijinhos

Rainhas

Gaspacho de melancia e tomate.

Olá rainhas,

Isto é que são dias quentes!

Quem consegue resistir a um bom gaspacho bem fresquinho numa tarde de calor? Já alguma vez provaram ou tentaram fazer?

Este é ainda mais guloso e fresco, porque junta melancia ao tradicional gaspacho de tomate. É de fácil preparação uma vez que os ingredientes são todos crus e quase sempre estão nos nossos frigoríficos.

Gaspacho é uma sopa fria, saborosa e muito nutritiva que vale a pena incluir na vossa alimentação.

O gaspacho é um prato que permite o uso de diversos ingredientes criando variações que vão desde receitas picantes até algumas mais suave e todas muito nutritivas.

As receitas espanholas, geralmente, são preparadas através da trituração de todos os ingredientes, que fica com aspeto de um puré cremoso rosado.

Esta é a minha versão.

SONY DSC

 GASPACHO DE MELANCIA E TOMATE

3 Fatias grandes de melancia

1 Pepino sem sementes e descascado parcialmente

½ Cebola 

1/2 De um pimento vermelho sem sementes

4 Tomates médios maduros

1 Dente de alho grande

Azeite

Sal

Vinagre balsâmico q.b

Água fresca q.b

Gotas de picante

Triturei a melancia primeiro no liquidificador e coloquei de parte numa taça no frio.

Depois triturei todos os outros ingredientes e juntei ao preparado anterior e fui ajustando o tempero ao meu gosto.

Enquanto isso tinha no forno um pouco de “crutons” que depois adicionei ao gaspacho.

Servir para uma taça e saborear.

Mantenham-se saudáveis

Beijinhos rainhas

Porquê que sou vegan.💚

Olá minhas rainhas

Como estão a passar os vossos dias? Espero da melhor maneira.💚

És vegan porquê? Como consegues, como sobrevives, como vais sobreviver e não sentes falta de carne? São algumas das perguntas que me fazem constantemente.

Ser vegan é mais do que uma alimentação á base de plantas. Ser vegan para mim, é ter consciência e mostrar compaixão.

Ainda sou bastante “verde” neste mundo vegano, por isso não posso defender por tudo o que o veganismo representa, mas posso partilhar parte da minha experiência pessoal.  Eu decidi ser vegan por aquilo que eu considero serem razões válidas e nobres. Abomino qualquer  tipo de exploração e crueldade contra os animais e sou contra ao consumismo egoísta, inconsciente, exagerado e desnecessário que tanto afecta o nosso meio ambiente.

Não questiono as escolhas alheias e falo apenas da minha experiência e da minha escolha. 

Para muitas pessoas o veganismo é uma alternativa alimentar muito restrita, extrema, exagerada e insatisfatória. Mas posso vos dizer que está longe disso. É apenas para muitos um mundo desconhecido, pouco entendido e mal interpretado, é um mundo à parte cheio de cores, sabores e vida, pronto a ser descoberto  e partilhado.  A alimentação à base de plantas, frutos secos, frutas e cereais  foi para mim uma das decisões mais acertadas e lógicas que fiz. Depois de pesquisas online e de ver documentários horas a fio, ler artigos publicados e livros sobre a industria alimentar e o seu impacto no planeta e na nossa saúde, era impossível ficar indiferente ao que realmente era a realidade. Deparada com a realidade assustou-me e vi que era impossível virar a cara.

No fim, depois de saber o que fiquei a saber, não podia voltar a trás. Questionei-me várias vezes, que tipo de pessoa seria, se volta-se a ser quem eu era antes de saber. Nunca mais olhei para a comida da mesma maneira.

Foi uma mudança necessária para um mundo que até então, me era desconhecido.  Foi desafiante e difícil ao princípio, mas não tanto como eu pensei que iria ser. Mas eu adoro. Aprendi consideravelmente sobre a exploração animal, a industria alimentar e têxtil e o impacto das mesmas no meio ambiente. Aprendi sobre a sustentabilidade, reciclagem e sobre desperdício zero. Adoro porque tive de reeducar o meu paladar, reaprender a cozinhar com matérias primas diferentes e vivas. Tive de pesquisar e ler mais sobre frutas, legumes, sazonalidade, os nutrientes, as vitaminas, os minerais, os carboidratos, sobre proteínas vegetais, frutos secos e até sobre comida fermentada. Tive que reaprender a comprar comida e de ler os rótulos dos ingredientes. O meu relacionamento com a comida mudou completamente.

Orgulho-me de fazer parte de um movimento que luta contra a exploração e maus tratos de animais e que luta para um mundo mais verde, mais sustentável e mais saudável.

Para mim ser vegan é ajudar a curar o planeta e os que nele habitam.

#euficoemcasa

Mantém-se saudáveis

Beijinhos rainhas💚💚

%d bloggers like this: