Afro-ismos e outras cenas — Escreve Eliana, Escreve

O “Negro” e o “Africano” são criações da ocupação europeia. Antes dos colonizadores europeus chegarem a África não havia negros. Os negros apareceram como categoria para se distinguir o branco europeu. O continente Africano existia como uma pluralidade de culturas e nações e não um bloco homogéneo. Havia muita produção científica e economias robustas. Também […]

via Afro-ismos e outras cenas — Escreve Eliana, Escreve

Jantares de Natal

Os jantares de Natal ainda estão a decorrer e saber o que vestir e como se comportar é imprescindível.

 

Olá Rainhas.

Estive ausente nos últimos dois meses mas voltei com força e agradeço por esperarem 🙂

 

Os jantares de Natal (que continuam a decorrer) tem sempre os mesmos resultados desastrosos. Cheios de culpa e carregados de arrependimento no dia a seguir. Bem, pelo o menos a grande parte dos jantares de Natal das empresas são assim…

E isto porque há pessoas que simplesmente não conseguem separar as coisas e conseguem consumir álcool em quantidades doidas. O resultado é catastrófico. Com certeza que já foste a festas em que os participantes estavam tão alegres, que nem repararam que tinham a gravata torta e a camisa manchada de vinho, a saia tão curta ou um decote tão revelador,  a flirtar com o patrão ou colegas, a roupa interior à vista, ou um look tão exagerado, que mais pareciam uma árvore de Natal!

Eu já presenciei cenas “do arco da velha”… 😉

images (8)

Acho que aqui, nestas situações, é criada uma grande oportunidade de te fazeres notar. Podes fazê-lo discretamente e pelas melhores razões. Vê isto como a oportunidade de fazeres o que ninguém estaria à espera de ti. Mostrar que te sabes comportar e de te encaixares na sociedade.

Sugestões com bom senso 🙂

  • Não te esqueças de te apresentar com o teu primeiro e ultimo nome.
  • Procura saber aonde vai ser o jantar e que tipo de restaurante é para te vestires correctamente.
  • Se não souberes o que vestir, sugiro um vestido que é sempre uma boa opção e podes optar pelo tradicional vestido preto, que é uma aposta segura. Mas aproveita para usares alguma cor como o vermelho, afinal o espírito deve ser festivo.
  • Se optares por vestir um vestido, evita que este seja colado ao corpo, transparente, muito decotado ou curto demais para não parecer vulgar.
  • Não uses vestidos compridos, a não ser que sejas convidada para um jantar de gala.
  • Se és daquelas que não abdica de calças de ganga então usa umas de tons escuros e combina com um blazer e uns saltos altos. A combinação  é perfeita.
  • Procura saber quantas pessoas da tua empresa vão. Saber todos os departamentos da empresa onde trabalhas é uma obrigatoriedade, porque pode vir a ser uma vantagem no futuro.
  • Escolhe um conjunto de roupa coesa e de cores diferentes do que seria esperado de modo a chamares atenção a ti moderada mas sempre continua. Garantido 😉
  • Há jantares de Natal que acabam inevitavelmente numa saída à noite, para estes jantares aposta num vestido com brilho (mas não exageres) e metalizados. Aproveita porque é uma altura festiva mas sempre com moderação.
  • Rainhas, jantar de Natal de empresa é isso mesmo. É um jantar de colegas e não uma discoteca. Muita atenção ao que vão vestir.
  • Por ser uma altura festiva aproveita para usar o vermelho, metalizados, lantejoulas e algum brilho e aposta em tecidos como o veludo, pele e cetim para um toque de classe.
  • Evita a todo o custo falar mal de colegas para outros colegas que mal conheces. Nunca sabes quem pode estar a ouvir e podes prejudicar alguém desnecessariamente.
  • Maneiras à mesa. Nada de falar alto á mesa ou dar gargalhadas no alto da tua voz.
  • És uma rainha, senta-te e come à mesa como tal.
  • Desliga-te do telemóvel. Isto é uma oportunidade de conheceres pessoas novas.
  • Se és convidada para um jantar de Natal que não a tua empresa, tens que estar no teu melhor comportamento. Cuidado com a postura. Isto porque tu és naquele momento uma extensão e o reflexo da pessoa que te convidou. Honra-a.
  • Cuidado com as misturas de álcool. Não queres de certeza que as pessoas tenham a impressão errada de ti, sem realmente te conhecerem. As primeiras impressões contam. Contam sempre.

Em baixo algumas ideias para vestires para  o jantar de Natal. Deslumbra.

 

 

É bom estar de volta 🙂

Bejinhos!

 

 

10 coisas que nunca deves tolerar da vida —

Olá pessoal!! Muitas pessoas permitem que sua felicidade seja prejudicada, trabalhando em um emprego que odeiam, cercando-se com pessoas negativas ou tendo muito medo de sair de sua zona de conforto. É importante lembrar que você é responsável pela sua própria felicidade. Aqui estão 10 coisas que você nunca deve tolerar da vida: 1.Tentar agradar […]

via 10 coisas que você nunca deve tolerar da vida —

Who Are You Writing For? Para quem escreves no teu blog?

 

Olá Rainhas.

 

Li este post  que merece ser partilhado e lido por todos. O post original está em inglês e eu escrevi apenas um pequeno sumário, com palavras minhas e dela, apenas para te dar uma ideia do que escreve.  A maior parte dos blogues já tem um “tradutor”. Portanto, sem desculpas, lê.

 

Eu ainda sou nova no mundo dos blogues, mas também reparei no fenómeno dos novos bloggers. O que ela diz, e eu concordo, são uma série de “gostos” seguidos dos teus posts e depois logo de imediato, o “SEGUIR.” (também reparei e não gosto, porque demonstra que não é genuíno)

Ela diz ainda que dúvida (eu também) de que as pessoas tenham super-poderes, capazes de ler super rápido.  Será que lêem rápido ou o fazem na esperança de ser reciproco?

Será que escrever um blog é afinal só para acumular “gostos” e seguidores independentemente se há conexão ou não com outros bloggers?

Ter oportunidade de escrever um blog é para mim uma forma de expressão, a minha forma de expressão. O meu blogue tem um propósito. Quem  realmente lê os meu posts já percebeu isso.

Se fazes um “like” eu quero acreditar que o que eu escrevi realmente fez algum impacto, que tenham gostado do que leram e sim ser merecedora de um “gosto”.

Todos queremos ser reconhecidos e ouvidos. Também queremos acreditar que pertencemos e que nos preocupamos com os outros.

Reflecte o que realmente significa ter um blog para ti…

 

 

We all want validation and to be heard. We also all need to belong and care for others. Take a moment to pause, and notice if it is your ego-mind that is running the show here in WordPress or an expression of your authentic self.

And now consider your life…

A long-time blogger offers advice to more recent arrivals on the scene.

via Who Are You Writing For? Blogger Val Boyko Looks Beyond the “Like” Button — Discover

Beijinhos  🙂

Pobreza é pobreza.

Reynaldo Gianecchini esteve recentemente em Moçambique glamourizando a nossa Pobreza como manda a praxe. São várias as celebridades que viajam para África com dois objectivos bem distintos: férias de luxo ou trabalho voluntário. A primeira categoria acontece sobretudo fora das grandes cidades, em ilhas semi-desertas e privadas, de pouco acesso para nós, pobre locais – […]

via Glamourização da Pobreza — Escreve Eliana, Escreve

Dietas para quê?

Olá minhas rainhas, estou de volta 😉

Todas já fizemos dietas, umas mais extremas ou mais bem sucedidas que outras 😉 Na minha experiência as dietas funcionam mesmo é na nossa cabeça. Sim claro que há alguns resultados, mas maioria não funciona e isso acontece porque são dietas com resultados a curto prazo.  Chegamos a casa com compras das coisas certas e indicadas, todas contentes com vontade e cheias de determinação apenas para seguirmos à risca nos primeiros dias e com muito sacrifício e desanimadas os restantes dias. Arranjamos desculpas e mais desculpas, apenas para voltar a repetir mais tarde o ciclo vicioso, que são as dietas.

balanca-alimentos-saudaveis-600x330

Também eu já fiz inúmeras dietas, então em vez de escrever mais sobre esse assunto, vou falar-vos de alimentos que podem comer à vontade e que na minha opinião não engordam, mesmo comendo em grandes quantidades.  Isto porque tem grande quantidades de água na sua composição. Além da água, as frutas e vegetais também fornecem nutrientes saudáveis como vitaminas, minerais, fibras e proteínas.

A grande vantagem de consumir alimentos ricos em água é que eles contêm um número muito reduzido de calorias e proporcionam sensação de saciedade, inibindo a fome e contribuindo para a perda de peso. Eu também fiz outras opções, como por exemplo; deixei de comer comida processada por completo, de comer bolachas compradas em supermercados (prefiro fazer em casa e com ingredientes que conheço) e deixei de comer carne.

O corpo humano possui cerca de 65% de água em homens adultos e 60% em mulheres da mesma faixa etária. Essa diferença deve-se à maior percentagem de gordura corporal (com menor conteúdo de água) e a menor percentagem de massa muscular (com maior conteúdo de água) das mulheres em relação aos homens. Por isso manter o nosso corpo hidratado ao longo do dia é essencial.

 

Não sou nutricionista mas gosto de estar informada sobre o que dou ao meu corpo como alimento e por isso faço muita pesquisa.

Alimentares bem o teu corpo durante todo o ano, contribui para uma boa saúde, proporciona-te qualidade de vida e claro, vai evitar que faças dietas malucas e desesperadas.

Tens que ser sincera contigo própria. O que tu comes, reflecte-se no teu corpo e na tua saúde. Não há maneira de o negar.

Há muito que percebi que em vez de fazer dietas ia simplesmente trocar certas comidas por outras mais saudáveis e cortar com aquelas que não fazem bem. O resultado? Um corpo que gosto e com o qual me sinto confortável e com uma saúde de ferro.

Ter uma alimentação saudável é uma preocupação crescente, mas sei também que escolher os produtos certos, consegue ser uma dor de cabeça autêntica, mesmo com uma lista de compras.

O que se segue, são exemplos de alimentos que a maioria de nós gosta e come sem torcer o nariz. Se há algum vegetal ou fruta que tu gostes muito, procura saber ao máximo sobre esse alimento e como podes incorporar na tua alimentação.

Aqui ficam  algumas alternativas que te vão ajudar a comer e a perder alguns quilinhos de maneira mais saudável e consciente. Basta apenas melhorares os teus hábitos alimentares e claro, ser mais activa para que tenhas um corpo de que tenhas orgulho. 😉

8d10f296a5a20e87a58a9c00e5bcd965
Todos os alimentos possuem água na sua composição.

 

AIPO: Teor de água 95,4%. Como todos os alimentos ricos em água, o aipo tem baixas calorias (22 calorias por 100g). É uma óptima adição ás saladas e claro aos sumos verdes.

MORANGOS: Teor de água 91,0%. Todas as frutas são alimentos ricos em água, e perfeitas para a hidratação do nosso corpo, mas os morangos destacam-se quando comparados às outras frutas. Para se ter uma ideia, FRAMBOESAS e MIRTILOS  possuem cerca de 85% de água, enquanto AMORAS possuem 88,2% de água. No entanto, o morango ganha com  91% de água na sua composição. Pode ser consumido puro, em sumos com outras frutas, batidos, em saladas e saladas de frutas, enfim.

MELÃO: Teor de água 90,2%. O melão possui um grande valor nutricional em comparação às poucas calorias que tem. Uma porção de 170 gramas contém apenas 50 calorias, mas oferece um total de 100% de sua ingestão diária recomendada de vitaminas A e C. É uma óptima opção de sobremesa, beber em forma de sumo  e até mesmo na preparação de uma sopa fria como o gaspacho.

MELANCIA: Teor de água: 91,5%. É óbvio que a melancia é um dos alimentos que mais água contêm . Um óptimo hidratante por si só. Beber sumo de melancia  é uma boa forma de adicionar mais água à tua dieta de forma apetitosa. Aproveita esta altura do calor para comeres esta fruta, sem reservas.

PEPINO: Teor de água 96,7%. É o alimento que possui maior quantidade de água na sua composição,

TOMATE: Teor de água: 94,5%.  Os tomates são um dos alimentos mais versáteis que existem na culinária do mundo inteiro. Podem ser adicionados a saladas, molhos ou sandes e confeccionar doces. Por ser rico em água, o tomate é um alimento super hidratante.

As CEREJAS e as UVAS também são alimentos ricos em água e são opções maravilhosas para lanches e snacks.

ALFACE: Teor de água 95,6%. Alface costuma ter uma má reputação no mundo nutricional, isso porque especialistas em saúde geralmente recomendam substituir o alface por folhas verdes escuras como o espinafre, kale que contêm maior quantidade de fibras e nutrientes como folato e vitamina K. No entanto, quando trata-se de alimentos ricos em água é a alface que melhor fornece maior quantidade. Melhor altura para comer, é agora no verão. Abusem de saladas.
COUVE-FLOR: Teor de água 92,1%. A couve-flor, além de ter muita água, é rica em vitaminas e fitonutrientes.  Adiciona a couve-flor a uma salada que é óptimo. Sim, crua.

BRÓCOLOS: Teor de água 90,7%. Tal como a couve-flor, os brócolos crus adicionam mais água à tua salada. Adoro comer brócolos crus 😉 Estes são muito ricos em fibras, potássio, vitamina A e vitamina C.

TORANJA: Teor de água 90,5%. Este citrino é muitas vezes difícil de encontrar.  Pode ajudar a diminuir o colesterol e reduzir também a gordura corporal.  Comer metade de uma toranja com aproximadamente 40 calorias, antes de cada refeição, ajuda a emagrecer a queimar e estabilizar o açúcar no sangue, ajudando assim a reduzir o desejo de comer constantemente. O seu sabor, para muitos é desagradável, por isso sugiro que bebas o seu sumo ao invés de a comer.

ATENÇÃO: Água no seu estado líquido é fundamental. Apesar dos teores de água nos alimentos acima descritos, o seu consumo apenas nos fornece 10% da água que necessitamos para cumprir as nossas necessidades diárias. Deves beber cerca de 2 litros todos os dias.

 

Eu acredito que a comida deve ser deliciosa, sazonal, local, fresca e saudável. O teu corpo é o teu templo. Estima-o. 😉

Beijos 😉

 

Detox emocional.

Olá pessoal!! A vida contemporânea é um desafio constante, principalmente quando o assunto é equilíbrio emocional. Estamos submersos em um sistema individualista, competitivo, consumista, descartável, egoísta e portanto gerador de estresse, onde tal como autômatos condicionados e estereotipados, nos entravamos em “jogos de egos” , que não nos proporcionam um avanço significativo em aspectos cruciais […]

via Dicas para um detox emocional —