A importância do pequeno-almoço, Parte:1

 

Olá minhas rainhas,

 

Já não postava aqui no blog, para vocês há dois meses. Agosto e Setembro foram um bocado doidos o que tornou difícil de me sentar e escrever-vos. Mas já cá estou😉

Hoje quero falar-vos da importância do pequeno-almoço, mas não quero deixar de salientar que não sou uma nutricionista qualificada. Sou no entanto muito entusiasta no que diz respeito à alimentação, à saúde e bem estar. Faço muita pesquisa, vejo inúmeros documentários, questiono, leio muito e vejo os resultados em primeira mão, no meu corpo e na minha saúde.

A minha ideia é querer despertar o bichinho,(leiam o meu post de Julho sobre a alimentação) suscitar curiosidade e vontade em vocês para quererem optar por uma vida mais saudável e não há nada melhor que começar logo pela manhã. O pequeno almoço do Mcdonald’s não conta.  É impressionante o que presencio pela manhã a caminho do trabalho. As pessoas dizem que não têm tempo de preparar e de tomar o pequeno-almoço em casa, mas perdem imenso tempo em filas de pastelarias e no Mcdonald’s. Sério!!!??

article_breakfast_survival_guide_illustration_04

 

Vou postar sobre a alimentação com mais frequência porque é muito importante para mim e acredito que deveria ser importante para todos. Por isso quero transmitir e partilhar com vocês este meu lado nutricionista😊

Nutrir de maneira correcta o nosso corpo deve ser uma prioridade nossa porque sem saúde não temos nada.  Não ter saúde significa muitas idas ao médico, idas ao hospitais e gastos desnecessários em medicamentos caríssimos.  Tudo isto na minha opinião pode e deve ser evitado.

A nutrição é um tema muito difícil de pesquisar porque existem muitas variáveis, que são ainda mais agravadas por diferenças individuais nos humanos. No meu entendimento actual e pelas minhas pesquisas parece haver mais benefícios em tomar o pequeno-almoço do que não, mas isso não significa necessariamente que não seja saudável saltar o pequeno almoço, desde que as exigências nutricionais sejam correspondidas em outras horas do dia e ao longo do mesmo.  Mas na realidade a grande maioria das pessoas que salta o pequeno-almoço, não cumpre as exigências nutricionais para um bom funcionamento do organismo e caem no padrão social de comer no trabalho, gastam mais dinheiro em comer fora, comem refeições maiores, estão sempre a petiscar, consomem mais álcool e comem mais comida de plástico e muita fast food. 

Quase tudo o que comemos é convertido pelo nosso corpo em glicose, que fornece a energia que o nosso cérebro precisa para ficar alerta. Quando estamos com pouca glicose, temos dificuldade em permanecer focados e a nossa atenção se desvia. Isso explica por que é difícil se concentrar com o estômago vazio.

Quando comes o teu pequeno-almoço, estás a dizer ao teu corpo que há muitas calorias para o dia que se segue. Quando saltas esta refeição a mensagem que o teu corpo está a receber é que ele precisa de conservar em vez de queimar as calorias recebidas. É um mecanismo de defesa que o nosso corpo tem. Provavelmente, o benefício mais atraente é que o pequeno-almoço impulsiona o teu metabolismo e, assim, ajuda a queimar mais calorias ao longo do dia.

4 Boas razões para tomares o pequeno-almoço:

  1. Repõe energia e nutrientes como vitaminas e minerais
  2. Aumenta o desempenho físico e intelectual
  3. Estimula hábitos alimentares saudáveis
  4. Ajuda na boa manutenção de um peso saudável

Comer um bom e saudável pequeno almoço, não precisa de ser complicado. Requer no entanto alguma criatividade, vontade, organização e uma boa gestão de tempo. Este deve ser completo e equilibrado, ajustado às tuas necessidades e sempre que possível variado.

bright-afro-american-a-woman-eating-strawberries_13339-92266

Idealmente deve ser constituído por:

  • Pão escuro ou de cereais, cereais integrais ricos em fibra (aveia, derivados de aveia, trigo, cevada…) que vão fornecer energia de forma sustentada ao longo da manhã. Os integrais têm maior quantidade de vitaminas e fibras, que actuam no bom funcionamento do intestino. Evita comer cereais industrializados. Menos saudáveis do que pretendem fazer crer, os cereais contêm açúcar em excesso. Lê os ingredientes.
  • Um lacticínio como iogurte natural, sem frutas ou cereais adicionados, porque contém muito açúcar. Kefir é uma boa opção e é rico em proteínas que vai contribuir para que te sintas saciada ao longo do dia.
  • Se como eu não bebes leite de origem animal, tens boas opções vegetais como o leite de arroz, aveia, coco e de amêndoa, este ultimo é uma boa fonte de vitamina B12.
  • Uma ou duas peças de fruta, fonte de energia, vitaminas, minerais e fibra, elas favorecem o bom funcionamento dos intestinos. Eu como sempre fruta ao pequeno almoço.
  • Uma fonte de gorduras saudáveis (nozes, sementes de girassol…). Que vão fornecer-te gorduras essenciais e vitaminas e vão ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e deixar-te sem fome toda a manhã.

É fundamental criar este hábito matinal.

Já tomaram o pequeno-almoço hoje?😉

 

 

 

 

 

Author: África vaidosa

Abomino a indiferença entre as pessoas. Eu sou eu. Com algumas falhas mas com muitas coisas boas.

4 thoughts on “A importância do pequeno-almoço, Parte:1”

Ajudou-te?

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s